março 26, 2020

Enfrentando o coronavirus (COVID-19) através da sabedoria da Natureza

by Ser Presente Psicologia Humanista in Artigos

O contexto atual da ameaça do coronavirus (COVID-19), tem sido desafiador para todos. Mas o movimento preventivo de isolamento pode também ser percebido como um movimento de recolhimento. A natureza pode nos ensinar muito sobre isso.

Temos acesso a uma sabedoria milenar e grandiosa, que é a natureza, e podemos aprender muito com ela. As estações do ano representam um processo cíclico, que exige grande capacidade de adaptação. Talvez não seja tão evidente para nós que vivemos em um país tropical, mas em muitos lugares do globo as condições se alteram severamente

Durante o outono, as plantas se preparam para enfrentar um ambiente hostil, para isso é necessário que ela foque no que realmente é essencial, aceitando que perdas serão inevitáveis e até necessárias neste momento. As arvores precisam perder suas folhas para concentrar toda a sua energia no seu interior, momento de fechamento, cuidado e proteção.

Com o inverno, o momento é de quietude e introspecção, as arvores sem folhas, com galhos congelados, nos fazem até duvidar da existência da vida, mas paradoxalmente é isso que garante a sua existência. A diminuição do ritmo nos convida também a uma reflexão interna,
o desafio de encarar nossos aspectos mais profundos, mas também uma ótima oportunidade de crescimento e aprendizado.

E como não há tempestade que dure para sempre, chega a primavera, movimento de abertura e florescimento. O ambiente já não é mais tão hostil,a energia antes centralizada pode agora se voltar para fora, é o anuncio de um novo ciclo de prosperidade e esperança. A certeza de que o gelo vai derreter, e que por baixo dele o verde vai surgir.

No verão, movimento de abertura, luz natural. Momento de agir. Ambiente propicio para novas experiencias.

E assim, a natureza nos ensina, que a vida é feita de fases, que não a impedem de seguir o seu próprio caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *